3 de out de 2010

The WANK Worm

Robert Morris (O cracker)

Apelido: rtm

É filho do cientista chefe do Centro de Computação do Departamento de Defesa dos Estados Unidos. Em 1988, Morris infectou a Internet com um worm conhecido como WANK, deixando milhares de computadores inoperantes. Foi apartir daí que o vocábulo hacker passou a designar aqueles que tinham a habilidade para invadir e provocar danos a redes e sistemas.


O WANK atingiu em cheio os escritórios da NASA em Greenbelt, cidade no estado americano de Maryland. O programa invasor – cujas iniciais significam Worms Against Nuclear Killers (literalmente, “vermes contra os assassinos nucleares”) – fez aparecer um banner em todos os computadores do sistema. Foi um protesto que teve como intuito tentar impedir o lançamento da sonda Galileo (que utilizava plutônio como combustível) a Júpiter. Dizem que a NASA gastou cerca de meio milhão de dólares em tempo e recursos para fazer a limpeza completa do seu sistema. Até hoje, ninguém tem certeza de onde o ataque se originou, embora muitos dedos tenham sido apontados para hackers de Melbourne, na Austrália.




Notas:

O que é um worm realmente?

Um worm de computador é um programa auto-replicante malware(Malware, abreviação de software mal-intencionado, é um software desenhado para, secretamente, acessar um sistema de computador sem o consentimento do proprietário).

Ele usa um rede de computadores para enviar cópias de si mesmo para outros computadores na rede, e pode fazê-lo sem qualquer intervenção do usuário.

Ao contrário de um vírus, ele não necessita de se anexar a um programa existente. Ele pode infectar vários computadores ao mesmo tempo, desde que estejam ligados em rede. Worms quase sempre causam pelo menos algum dano à rede, enquanto vírus quase sempre corrompem ou modificar arquivos em um computador de destino.

0 comentários:

Postar um comentário